Estilo

Vestir-se é fácil

Pode parecer um bicho de sete cabeças, mas se vestir na verdade é algo muito simples: você cobre seu corpo, veste uns calçados para não machucar os pés e pronto. Está pronto para ganhar as ruas. Então qual é a dúvida? Se é tão simples, porque complicamos tanto?
Existe uma citação da Coco Channel que mudou radicalmente minha relação com as roupas: antes de sair de casa, volte para a frente do espelho e retire um acessório. Traduzindo: menos, é mais. Se menos é mais, então o melhor é que esse “menos” seja de extrema boa qualidade. É aquela velha história: ao invés de comprar três casacos novos, compre um que vá durar muito tempo, de excepcional qualidade. Vi dia desses um vídeo de uma mãe que possui apenas oito vestidos para usar no dia-a-dia. De acordo com ela, ela pensou na peça de roupa favorita dos dois ícones de estilo que ela mais gostava e chegou a conclusão que o clássico vestido preto seria sua única roupa daí em diante. Uma das muitas coisas que ela diz, e que me chamou a atenção, é que se você usa repetidas vezes uma roupa de qualidade duvidável vai ter uma aparência duvidável, mas se você usa várias vezes uma roupa de ótima qualidade, bem, já deu para entender não é? E eu percebi que ela tem absoluta razão. Outra frase famosa da Coco é aquela “se vista mal e notarão a roupa, se vista bem e notarão a mulher”.
Não é irônico? As vezes as pessoas compram e compram e compram para não repetir a roupa nunca, mas na real: quem liga? Você se lembra da roupa que seu colega de trabalho estava usando ontem ou no começo da semana? Por outro lado, vestir-se bem é fundamental, afinal nunca sabemos quem iremos conhecer. Por exemplo, no final de semana passado eu reencontrei uma pessoa que eu havia conhecido a uns meses atrás e acredite: a pessoa não lembrava do meu rosto, mas me disse exatamente o que eu estava vestindo no dia que nos conhecemos (inclusive que minha meia calça estava rasgada!).
Então, o que eu posso concluir de tudo isso é o seguinte: diminua a quantidade de peças que você possui, porque, na boa, ninguém liga, e melhore a qualidade das peças que sobrarem. Isso vai agregar muito mais valor ao seu estilo pessoal, mesmo se você nem sabe qual ele é ou como ele se manifesta. Vamos fazer o seguinte? Enquanto você não descobre, só tente se vestir o melhor que puder, do jeito mais simples possível. Combinado?
Compartilhe esse post nas suas redes sociais!

2 Comments

  • Bruna

    Adorei, Tatiana! Me objetivo ao terminar meu ano sem compras é o de diminuir a quantidade de peças e optar por investir em coisas de melhor qualidade. Pra isso quero aprender mais sobre alguns tecidos pra entender o que funciona melhor! Voce ja viu o livro "vista quem voce é", do pessoal do Oficina de Estilo? Ganhei mas ainda não consegui le-lo. La tem tudo o que eles compartilham no blog e várias dicas super legais pra gente aprimorar nosso estilo! O site hojevouassimoff.com.br tambem tem mta coisa legal!

  • Andrea

    Ai gente, se eu voltar no espelho e tirar alguma coisa, vou sair pelada! XD Na verdade, eu queria mudar isso porque acho lindo acessórios, mas o máximo que me permito é cachecol e isso quando tá MUITO frio. Ou seja, nem é questão de estética, é sobrevivência mesmo. Nem relógio uso mais. =/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *