• Reflexões

    Derrotada

    Segunda, 24 de abril Faz tanto tempo que não escrevo que já nem me lembro como começar. Estou agora mesmo esperando meu ônibus para o trabalho, congelando no vento frio da manhã, porque meus cabelos estão molhados e também porque escolhi errado a roupa do trabalho. Mas vamos começar pelo início. Meu quarto está uma zona, uma bagunça. Já desisti de tentar entender se minha cabeça também está atrapalhada por causa do ambiente à minha volta ou vice-versa, mas o que importa é que não consigo resolver isso. Ponto. Parece triste e derrotista, mas minha ausência do blog tem se mostrado uma das evidências de como as coisas não estão…