Derrotada

Segunda, 24 de abril Faz tanto tempo que não escrevo que já nem me lembro como começar. Estou agora mesmo esperando meu ônibus para o trabalho, congelando no vento frio da manhã, porque meus cabelos estão molhados e também porque escolhi errado a roupa do trabalho. Mas vamos começar pelo início. Meu quarto está uma…

Continue lendo