Desapegando de organizadores

Acho que faz parte do processo de simplificação desapegar de alguns organizadores. Lembra-se dessas pastinhas? Acabou que elas são lindas, mas ocupam um espaço enorme e não estavam em servindo de muita coisa ultimamente, afinal eu tenho usado o internet banking com frequência. Então eu ofereci para a minha mãe, que adorou! Ela disse que…

Continue lendo

Um sapato por mês

Faz um tempo que estou encucada com a quantidade dos sapatos que eu possuo, não porque eu acho que existe um número adequado para se ter, mas porque eu acho que dá para fazer melhor. Eu não me sinto louca de amores por cada um deles, mas também não consigo me decidir por mandá-los embora…

Continue lendo

Destralhe empacado

Destralhar é fácil, o problema é levar a tralha embora quando dependemos de transporte público. Essa pilha de coisas está embaixo da janela do meu quarto a algum tempo já, mas eu mal tenho conseguido pensar direito na minha rotina, que dirá nessas coisas que não estão incomodando ali no cantinho do quarto. Opa, peraí!…

Continue lendo

Bolsa minimalista

Finalmente consegui montar uma bolsa minimalista, mas infelizmente ela continua sendo grande e razoavelmente pesada: Porta cartões Kit de esparadrapo, alcool gel e espelho/pente Hidratante labial Óculos de grau Chaves Crachá da empresa Celular Tablet (estou usando para os estudos, mas é pesado) Fichário com estojo (estou andando com ele apenas por medo de ficar…

Continue lendo

Do lado de cá…

Essa semana foi uma semana muito difícil para a minha família, pois nossa cachorra faleceu. Por conta disso não tive cabeça para escrever nada. Fica aqui então a minha saudade eterna por ela. Pensando em retrospecto, minha cachorra me mostrou como uma vida pode ser simples. Ela tinha uma casinha de madeira, mas dormiria no…

Continue lendo

E por que não?

Por que eu ainda não uso só o essencial? Por que eu ainda insisto em carregar tantas coisas comigo? Por que eu me forço a usar tantas e tantas coisas, mesmo depois de ter conhecido o lado mínimo de se viver?  Por dó. Dó de mandar embora coisas perfeitamente boas, que me servem, apesar de…

Continue lendo

Um novo tipo de desapego

Cansei de equilibrar os pratos da educação, do interesse fingido e da simpatia. De sorrir e tentar puxar assunto, de fingir que me interesso. De tentar equilibrar o humor dos meus pais, suas opiniões e expectativas sobre mim. Chega disso, cansei. Sempre fui a ovelha negra da família, a pária. Tudo e todos que me…

Continue lendo

Meditação guiada

Na época que eu estudava para ser cabeleireira, tive contato com yoga e com meditação guiada. Nessas últimas semanas, com as mudanças que estou enfrentando no serviço, meus níveis de estresse estavam tão altos que eu resolvi procurar algum audio de meditação guiada na internet. Para a minha felicidade, o youtube está cheio deles! Então…

Continue lendo

Repensando o mínimo

Essa semana que passou foi a minha primeira semana de aula desse ano. E um dos meus professores me fez repensar  o mínimo que eu considerava ser o ideal para mim. Tudo porque ele carregava todo seu material dentro de uma ecobag que nós ganhamos da faculdade quando prestamos o vestibular. Acho que faz mais…

Continue lendo